Móveis rústicos de rattan para interiores e áreas de lazer

O excesso de informação em todas as formas, da internet, do trânsito caótico das cidades ou da sobrecarga de trabalho, cada vez mais reivindicam espaços para se desconectar, estar mais próximo da natureza e de si mesmo. Neste ponto a decoração se torna uma grande aliada, sobretudo ao se valer do apelo natural dos móveis rústicos para inserir aconchego nos ambientes internos e externos.

Quando o estilo rústico entra em cena, uma série de fatores estéticos e valores conceituais colaboram para essa sensação de calor, uma vez que dificilmente se distancia do que vem da natureza de forma bruta e do feito à mão. Nesse âmbito, fibras naturais como o rattan se tornam protagonistas, emprestando leveza e resistência para a decoração que se firma no trabalho artesanal sustentável.

Os tons terrosos, naturalmente delicados, da decoração com fibra natural combinados a designs arrojados transformam móveis de rattan em peças atemporais que compõem o estilo boho moderno com originalidade. Entre as infinitas possibilidades de trançar e moldar o rattan para a decoração de ambientes, cabeceiras de cama, cestos organizadores, biombos, balanços infantis, poltronas e cadeiras são beneficiados pela versatilidade da fibra.

A utilização da fibra de rattan nos móveis da Indonésia remete à tecelagem de cestas de vime e móveis de fibras naturais como junco no Antigo Egito, há cerca de 3000 a.C.. A simplicidade, a resistência e a alta durabilidade deste mobiliário egípcio inspirou diferentes culturas antigas como o Império Romano que adotou o uso do vime concebendo móveis e objetos com novos designs.

Os móveis de vime tiveram ascensão potencializada pelo comércio marítimo entre os séculos XVI e XVII. A base do mobiliário de rattan balinês atual é inspirada em criações holandesas como os móveis para bebês e cadeiras com encostos altos produzidos nesta época. A troca de cultura durante a colonização holandesa na Indonésia popularizou o uso do núcleo do rattan para fabricação móveis além de concederem aos indonésios uma nova forma de produzir arte.

O exotismo promovido pelo rattan, além de suas principais características como resistência e fácil higienização, o tornou extremamente popular para decoração de interiores, áreas de lazer e varandas na Era Vitoriana; que após um período de declínio no início do século XX retornou ao protagonismo no mercado moveleiro nas décadas de 60 e 70 com a estética antiga e elegante do estilo vitoriano. E embora os móveis da atualidade exteriorizem a sofisticação do período, apresentam um estilo moderno sem perder a naturalidade boêmia.

A fibra de rattan é retirada das longas e delgadas hastes de cerca de 600 espécies de plantas trepadeiras da família das palmeiras. É um recurso natural renovável abundante e predominante nas florestas tropicais da Indonésia – assim como em países da Ásia, África e Oceania – que é leve, flexível e apresenta rápido crescimento, favorecendo transporte, manuseio e reflorestamento.

O rattan natural da Indonésia, geralmente, é manufaturado à base de água que eleva a qualidade, o conforto e o acabamento dos móveis rústicos deixando-os mais naturais e elegantes. Além de não ser tóxico, este tratamento também não contribui para o impacto ambiental, inserindo a sustentabilidade presente na cultura indonésia como um dos pilares da fabricação de móveis artesanais.

Sendo a Indonésia detentora de 70% da produção mundial de rattan e os artesãos locais do arquipélago dotados de excelência artística não é de se surpreender que os móveis de fibra natural importados de Bali se destaquem na técnica de trançado que compõe a estrutura e transfere para o mobiliário a estética refinada das cestarias – um dos mais antigos artesanatos manuais.

Artesãos indonésios usufruíram da maleabilidade do rattan para criar manualmente peças arejadas, adornadas com trançados e formas curvas elegantes que criam uma atmosfera especial nos ambientes ao promoverem o estilo rústico sem pesar. O exímio cuidado com a fibra natural, que corresponde a uma das duas produções certificadas pelo Forest Stewardship Council, reflete no caráter único dos móveis artesanais que tornam qualquer espaço exclusivo.

Móveis rústicos feitos com rattan suportam diferentes fatores climáticos como altas temperaturas e umidade, tornando-os ideais para compor ambientes externos com estilo e funcionalidade. Peças como cadeiras redondas e cadeiras pavão (peacock chair) se tornam pontos focais na decoração de áreas de lazer unindo a beleza do design moderno com o conforto da matéria-prima natural.

A maioria dos móveis artesanais feitos com rattan natural é propensa a te fazer fugir do óbvio, dentro ou fora de casa. E o balanço duplo infantil é uma arte decorativa que pode afirmar esse conceito com sua própria existência. A estética moderna eleva a peça ao status de uma obra de arte na decoração ao mesmo tempo que, enquanto brinquedo, torna o cotidiano das crianças mais divertido.

Esse é o poder transformador e surpreendente – do começo ao fim – do rattan no mobiliário com o Bali style, cujo valor do produto sustentável e o valor do feito à mão são sustentáculos que dialogam com aqueles que almejam uma vida com mais propósito. Em nossa loja online encontrará inspirações e informações para criar um lar que combine com a sua jornada em busca do bem-estar.

Namastê!

Milene Sousa – Arte & Sintonia

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s