Arte indígena – Decoração de interiores com artefatos culturais

Se a arte é uma poderosa linguagem capaz de transformar nossa visão de mundo agregando novas perspectivas de períodos e culturas distintas, o grande desafio proposto pela produção cultural dos índios brasileiros quando inserida na decoração de interiores é fazer-nos compreender que embora haja linguagem plástica e apelo estético com beleza ímpar, sua essência revela os valores presentes na tradição e na alma de cada artesão.

A ancestralidade conectada as artes indígenas brasileiras nos convida a abrir as portas da casa para todas histórias, mitos e rituais que fazem parte de suas expressões artísticas e transcender o estilo do ambiente com objetos utilitários cotidianos e ritualísticos de diferentes povos indígenas amazonenses como Baniwa, Tikuna e Tukano.

decoracao-parede-etnica-artefatos-indigenas-rituais
Artes étnicas indígenas agregam valor cultural à decoração de interiores.

A diversidade étnica da cultura indígena é facilmente reconhecida pela pluralidade de artefatos com linguagens plásticas muito peculiares que exploram suas próprias simbologias e cosmologias, embora a maioria esteja interligada à natureza de forma elementar através de matérias-primas naturais como fibras vegetais, sementes, penas, argila e madeira; ou conceitual, representando criativamente as figuras de animais ou seres sobrenaturais da floresta.

A experimentação de formas, cores, elementos naturais e técnicas artesanais de trançado, entalhe, escultura e pintura junto a propósitos espirituais conferem à arte indígena um caráter exclusivo e diferenciador étnico. Cestarias, máscaras, artigos têxteis, cerâmicas e móveis fora dos contextos tribais mostram que o patrimônio cultural do índio resiste no Brasil ressignificado como arte decorativa dotada de valor histórico.

mascaras-indigenas-madeira-decoracao-parede-etnica
Máscaras artesanais expressam na decoração de parede o valor da cultura indígena.

A produção artística de cada etnia indígena, assim como outras atividades cotidianas, em geral é definida por gênero. A arte Baniwa, por exemplo, é elaborada exclusivamente pelos homens da tribo que produzem uma infinidade de móveis e cestos com fibras de arumã trançadas exibindo sofisticados padrões geométricos – de vasos grandes em formatos barrigudos como jarros (kaxadádali) aos famosos balaios (walaya) arrematados com cipó uambé.

O processo de criação das artes étnicas é outro ponto de convergência entre as tribos, normalmente realizado na reclusão em rituais de iniciação de jovens índios. A perfeição do trançado das cestas Baniwa evidencia a “morte da criança” e o “tornar-se adulto”, cujas peças de arumã são oferecidas às amigas de ritual (kamarara).

moveis-artesanais-madeira-rustica-decoracao-indigena-etnica
A cestaria Baniwa é produzida em rituais de iniciação mostrando a importância social da arte.

No ritual de iniciação dos índios Ticuna, popularmente conhecido como Festa da Moça Nova (worecütchiga), as pequenas índias é que ficam reclusas (moçangol) no turi após a primeira menstruação (menarca) – índice da transição da adolescência para a fase adulta – onde são orientadas para a vida conjugal e passam por uma série de provações. No contexto cosmológico, toda a casa acessa os ancestrais no ritual, simbolizados por trajes e máscaras tecidas com fibra de tururi ou esculpidas em madeira molongó.

A crença Ticuna da conexão entre os índios e a natureza, ou seja, a “natureza vegetal” da etnia, se faz presente nas pinturas artísticas com corantes naturais de plantas tintórias das máscaras decorativas representando animais e seres sobrenaturais da floresta graciosamente reproduzidos em miniaturas como bonecos voodoos para que todo o mundo possa acessar a riqueza cultural Ticuna através da sensibilidade artística dos artesãos da tribo.

Bonecos com máscaras Tikuna representam a importância dos rituais de iniciação nas tradições indígenas .

A ligação espiritual e cosmológica com a natureza não foge à cultura das tribos indígenas amazonenses. E ainda que cada uma estabeleça um viés particular sobre a origem do universo e da humanidade, a mitologia ancestral permanece no cotidiano e nas produções materiais artesanais. O tradicional banco Tukano (kumurõ) reproduzido em pequena escala – conforme a quantidade de madeira fornecida por cada árvore sorva – é um grande exemplo dessa essência.

A banqueta é um dos poderes e instrumentos de trabalho integrados ao corpo de Umuko Ñeku (avô do universo); e conforme o tamanho é determinada para o uso de benzedores (Kumua) ou chefes de cerimônia (Bayá). O banco de madeira é esculpido inteiriço com assento plataforma côncavo adornado de padrões étnicos com simbologias especiais carimbados com um “pincel” de capim e argila diluída sob uma base vermelho intenso de urucum.

decoracao-boho-chic-artes-etnicas-indigenas
Artes indígenas são distintivos étnicos na decoração e deixam o ambiente cultural e estilisticamente rico.

Além da beleza, o mais enriquecedor das artes indígenas é o conceito utilizado em cada artefato, sendo a base para produções diversificadas de forma simbólica e estilística que conferem à decoração muito mais do que a almejada originalidade. Pinturas rupestres representadas em vasos, pratos com grafismos étnicos singulares ou cestarias de fibras naturais que ganham novas feições em luminárias trazem um universo de possibilidades de valorizar a cultura indígena no ambiente que também é valorizado por ela.

A decoração indígena exibe, acima de tudo, respeito pela natureza como patrimônio imaterial e material através de uma produção artesanal sustentável. Adquirir uma arte decorativa feita por índios é, portanto, uma maneira de manter viva a memória cultural do país e trazer um pouco mais da nossa história para os interiores. Inspire-se com o melhor da arte indígena brasileira!

Namastê!

Milene Sousa – Arte & Sintonia

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s