Rama e Sita – Símbolos do amor eterno no hinduísmo

A trajetória de Rama e Sita narrada no Ramayana, um dos maiores romances épicos hinduístas escrito por Valmiki entre os séculos VIII e VI a.C., marca o nascimento de um dos mais famosos rituais indianos: o Diwali, Festival das Luzes realizado na Índia para celebrar e lembrar o triunfo da luz sobre as sombras, metáfora para o conhecimento sobre a ignorância.

Segundo o Ramayana, Rama foi um príncipe herdeiro de Ayodhya, do reino de Kosala, que se destacava tanto pela bravura quanto pela beleza. Figurava pele verde-clara, cabelo verde escuro e olhos verdes esmeraldas, embora em muitas representações seja interpretado na cor azul, por ser considerado o 7º avatar de Vishnu, aquele que protege o universo.

esculturas-rama-sita-decoracao-parede
Eleve a energia amorosa dos interiores com esculturas de Rama e Sita.

Sita é descrita como filha de Bhumi (mãe terra), que foi adotada pelo rei Janaka e pela rainha Sunaina de Videha (ou Mithila). Considerada avatar de Lakshmi e estimada por suas virtudes, foi prometida a se casar com quem fosse capaz de erguer e encordoar o grande arco de Shiva. Ao erguê-lo e dobrá-lo para pôr a corda  sem esforço, Rama o quebrou em pedaços, conquistando o amor de Sita e o direito de desposá-la.

Ao se casarem, foram impedidos de se manterem em Ayodhya, uma das sete cidades sagradas indianas (Sapta Puri), e foram exilados pelo rei Dasharatha em honra às promessas que fez à esposa por salvar sua vida: banir o enteado Rama do reino por 14 anos e nomear seu filho Bharat, o mais novo do rei, como sucessor do trono. Esta passagem inicia a jornada de Rama à uma floresta ao sul da Índia junto à Sita e Lakshmana, seu irmão.

decoracao-zen-budista-rama-sita
Esculturas de parede de Rama e Sita auxiliam a equilibrar espaços zen.

Ravana, o rei dos demônios com dez cabeças, vinte braços, dez pares de olhos vermelhos ardentes como brasa e fileiras de presas amarelas, se encantou com a beleza de Sita e transformou o demônio Marecha em um cervo dourado para raptá-la. Encantada, Sita pediu para Rama capturá-lo, que com o auxílio de Lakshmana criou um círculo mágico ao seu redor para deixá-la em segurança; mas Sita mais uma vez foi enganada por Ravana que, disfarçado de idoso, a fez sair do círculo de proteção para levá-la para sua ilha Lanka.

Rama e Lakshmana seguiram uma trilha de joias deixada por Sita para que a encontrassem e chegaram à Hanuman, o rei do exército de macacos a quem pediram auxílio. Hanuman voou por muito tempo até encontrar Sita em Lanka, que lhe deu uma pérola de seu cabelo para encorajar Rama. Ao retornar, reuniu não só seu exército, mas todos animais para construir uma extensa ponte e travar a grande batalha que durou dez dias.

rama-sita-decoracao-parede
Rama e Sita potencializa a decoração zen deixando o ambiente mais lindo e energizado.

Rama venceu atirando uma flecha no coração de Ravana, com um arco sagrado presenteado pelos deuses, e junto à Sita decidiu voltar à Ayodhya, visto que os 14 anos de exílio haviam se cumprido. Para celebrar as boas vindas, a população do reino de Kosala limpou as ruas, decorou-as com guirlandas de flores coloridas e o chão com rangolis iluminados.

Em cada janela um diva (lamparina) foi acesa para guiar-lhes até o palácio deixando a impressão de haver mais luzes na cidade que estrelas no céu. Este momento é um dos mais importantes na cultura hinduísta e é anualmente celebrado durante o outono como Festival das Luzes ou Diwali, para lembrar que a luz da verdade e a bondade sempre vencem o mal e a escuridão.

rama-sita-decoracao-quarto
Rama e Sita são essencialmente benéficos para a decoração do quarto de casal.

O Ramayana é tecido em sete livros (kandas), 500 capítulos (sargas) e 24.000 versos que o caracteriza como uma das maiores obras literárias da Índia antiga. E embora a história seja construída como épica, sua narrativa é uma metáfora para os valores do dharma e as relações humanas (familiares, amorosas e sociais). Neste âmbito, Rama e Sita personificam o amor eterno no Hinduísmo, construído diariamente com respeito, cuidado e amor incondicional.

Decorar os interiores com esculturas de Rama e Sita traz ensinamentos acerca dos desafios travados nos relacionamentos além de exaltar a vitória do amor na união perfeita, de corpo e alma. Juntos potencializam a energia amorosa dos ambientes, especialmente no quarto de casal, deixando-os mais lindos e energizados.

Encontre este casal hindu em nossa loja online e deixe que irradiem amorosidade à sua volta!

Namastê!

Milene Sousa – Arte & Sintonia

2 comentários Adicione o seu

  1. NILZA RIBEIRO DA SILVA disse:

    Adoro muito as lendas indianas, obrigada

    Curtir

    1. Oi, Nilza, tudo bem?
      Também adoramos e vamos compartilhar mais delas.

      Gratidão pelo comentário!

      Atenciosamente,
      Arte & Sintonia.

      Curtir

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s