Como criar um Espaço Zen

Os excessos que fazem parte do cotidiano, seja de informações ou de atividades, faz-nos, cada vez mais, ter a necessidade de nos recolher, de silenciar o barulho externo para ouvir a voz interior com mais clareza. E uma das formas de tornar isso possível é criar em casa um espaço zen, capaz de nutrir e equilibrar corpo, mente e espírito.

Aqui, não se trata apenas de decorar com estilo um ambiente para a yoga ou meditação, mas definir elementos com significados e propósitos poderosos que sejam condizentes à sua essência, que estimulem uma visão holística e atuem como instrumentos potencializadores do bem-estar.

É preciso compreender que a decoração zen não é apenas física, parte dos espaços internos da casa, mas a extensão do seu interior. Afinal, tudo está conectado e neste espaço não cabe a dualidade “dentro” e “fora”. Por isso, é essencial estar consciente de si mesmo, dos seus hábitos e do que te alimenta. A consciência será o seu guia!

mandalas-artesanais-meditação-decoração-interiores
Aproprie-se do significado das artes decorativas para energizar os interiores.

Não há regras para definir o espaço mais adequado ou a dimensão exata que ele deve ter, mas vale ressaltar a importância de considerar ambientes  tranquilos, uma vez que é um refúgio para transmutar as energias. Ainda assim, por ser baseado em você é importante que reflita suas necessidades e disponibilidades!

Se há pouco espaço hábil, por exemplo, inserir uma almofada grande ou um conjunto de almofadas confortáveis sob um tapete com textura agradável pode oferecer acolhimento e relaxamento em práticas meditativas e se tornar um cantinho para desconexão.

Por outro lado, se dispõe locais mais amplos poderá investir em móveis rústicos ergonômicos para produzir uma atmosfera acolhedora que desacelera, equilibra e desperta as melhores energias; já que materiais naturais, tendem a deixar o visual mais caloroso. 

móveis-rústicos-ambiente-meditação-aconchegante
Móveis rústicos criam uma atmosfera aconchegante para um Espaço Zen.

Alguns elementos como incensosvasos com plantas, budas decorativos, tigelas tibetanas, sinos de vento e fontes de água contribuem não só com a estética do ambiente, mas com o bem-estar durante os momentos de conexão com o eu superior, posto que são estímulos sensoriais que revigoram a energia vital e tornam a experiência zen mais enriquecedora.

Nesse âmbito, a cromoterapia é outro estímulo sensorial poderoso que auxilia nos processos de cura e harmoniza as energias da casa e do corpo à nível físico, emocional e espiritual. É importante considerá-la para definir a paleta de cores de mantas, almofadas, cristais, tapetesmandalas e da própria parede.

Apropriar-se da iluminação natural também é uma ótima maneira de relaxar, se conectar com a natureza e medir o tempo das práticas conforme a intensidade da luz que acessa o ambiente. Abajures com iluminação baixa e velas em lanternas, por sua vez, auxiliarão a climatizar o espaço e deixá-lo relaxante durante todo o dia.

fonte-água-buddha-estimulo-sensorial-meditação
Fontes de água e incensos são ótimos estímulos sensoriais para deixar o ambiente zen.

Qualquer que seja a dimensão do seu ambiente zen, ao entrar no espaço esteja presente, respire conscientemente e permita que os bons fluidos de cada elemento te conduza à experiências maravilhosas. “Entregue, confie, aceite e agradeça!”

Inspire-se em nossa loja virtual!

Namastê!

Milene Sousa – Arte & Sintonia

Faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s